sexta-feira, 8 de julho de 2011

Algo sobre natural


















Bom ano passado minha irmã faleceu de lupos,foi uma fase muito complicada porém tivemos que aceitar pois ela sofria muito com a doença...eu fazia enfermagem estava no quinto período de oito...como muitas vezes eu ficava com ela no hospital ia até aprendendo mais,ela aguardava ansiosa pela minha formatura,dizia que estaria la na primeira fila...não deu tempo e ela se foi,na ocasião eu estava gravida de algumas semanas porém o embrião ainda não tinha sido visualizado e a médica me disse que eu provavelmente era uma gravidez sem embrião,fiquei sem chão mas confiei que tudo daria certo,eu estava fazendo estagio na maternidade e centro obstetrico e era muito difícil pra mim estar ali ajudando em parto tendo a incerteza do que aconteceria comigo...minha irmã faleceu e as coisas ficaram sem graça,além do mais o curso eu tava fazendo por ela...tinha na minha cabeça que iria ajuda-la ,continuei mesmo sem animo,fui levando...3 dias depois do falecimento fui fazer a eco novamente já que não tinha sangrado e eu tava enjoando muito,e la estava o embrião,a medica ficou surpresa pois com o tempo que eu estava não era normal aparecer o embrião mais...naquela hora lembrei de um sonho que tive antes da minha irmã falecer acho que 2 dias antes...sonhei que ela corria muito e dizia para eu esperar que ela estava voltando...fiquei com aquilo na cabeça,desde pequena sempre tive sonhos reveladores e que sempre aconteciam,minha mãe morria de medo quando eu falava um sonho e dias depois acontecia,cheguei em casa chorando e contei o sonho pra minha mãe que ficou com cara de espanto e foi se espalhando para o restante da família e amigos,muito orando e pedindo que aquilo não se cumprisse...enquanto eu ia perdendo peso e mais peso e sentindo a cada dia que aquela criança seria doente e eu viveria com ela em hospitais...sentia que era menina...não pelo sonho mas por sentir mesmo...foi tudo diferente comecei a sentir mexer cedo e a barriga cresceu muito também mesmo ficando só quatro meses a barriga era enorme..não consegui saber o sexo,quando vi morto na eco nem perguntei mais nada...dias antes de eu perder o bebe sonhei com minha irmã ela estava com raiva e falando de uma forma rispida comigo...me perguntou porque eu tava com tanto cuidado com a barriga ...eu respondi que estava esperando bebe e ela olhando bem pra mim falou que não tinha bebe nenhum ali,2 dias depois descobri a morte dele.
depois de tudo isso desisti totalmente do curso de enfermagem e como sempre quis fazer psicologia..decidi fazer mas não tive oportunidade pois fiquei meses sem chão quando acordei fui trabalhar o que me ajudou bastante e quatro meses depois que eu estava no serviço engravidei...como sempre falei se engravidasse pediria conta e foi o que fiz já que todas as minhas gravidez são meio que de risco eu que não ia brincar por conta de pouca coisa...ainda bem que meu marido me apoia eu tudo.
Nessa gravidez desde o inicio sentia que era menino,mas minha mãe via que era a chance de ser menina e ela voltar a cuidar da minha irmã,ela achava que ela voltaria como minha filha,já que era muito ligada comigo,eu sempre quis muito uma menina sempre foi meu sonho,mas pedia a Deus que me desse outro menino pelas circunstancias...minha mãe tava obcecada pela ideia que minha irmã estava voltando...queria saber todos os detalhes da gravidez,escolher o nome e começou a fazer o enxoval,todo rosa,além de dar palpites dizendo que nem era pra eu inventar de amamentar,era pra dar leite na mamadeira,ela sempre achou feio essa historia de dar peito pra menino assim como minha irmã tbém,quando o Riann nasceu por elas eu não tinha amamentado de jeito nenhum e ficavam me criticando,mas eu fui firme...então preferia abrir mão só sonho de ter menina a ter paz...no dia q descobri o sexo acabou o sonho dela,afinal era menino,eu escolheria o nome e o enxoval além de poder amamentar sem gente enchendo a paciência...depois disso ela resolveu ir embora para o nordeste há quase dois meses onde tem irmãos e seu pai...sinto falta da minha irmã e da minha mãe mas preciso seguir a vida,acho que nada acontece por acaso..estou aqui tentando viver bem,daqui uns dias estarei com meu bb e vamos levando até onde der,sei que minha irmã esta melhor do que aqui e meu anjinho também.

3 comentários:

Alexandra de Andrade disse...

Amém querida... que Deus a tenha em um bom lugar... Não creio que as pessoas voltem, acho que passamos pela vida apenas uma vez, mas respeito totalmente o ponto de vista de cada pessoa... Que seu anjinho esteja também nos céus com o bom Deus e que o Caun venha cheio de saúde pra encher sua casa de luz e alegria... um beijo pra vcs querida... fiquem com Deus!

nanda disse...

verdade querida,eu tbém n acredito que possam voltar mas respeito...no caso a minha mãe acreditava q ela ia voltar e fiquei feliz em ter outro menino só assim ela parava com isso e eu podia ter paz!
obrigada por seu carinho de sempre!
bjos

butterfly disse...

Oi! Vi sua homenagem no blog Perdi meu bebê, mas não consegui comentar por lá, dava erro. Me identifiquei muito com seu depoimento. Também perdi um bebê em um aborto retido com quase 3 meses em março deste ano. Foi terrível pra mim, era minha primeira gestação e ainda é muito doloroso. assim como você, muitas pessoas se afastaram ou evitavam falar no assunto... eu sofro bastante porque não tenho ninguém pra conversar e isso me deixa muito triste... mas vai dar tudo certo com seu novo bebê e com certeza seu anjinho vai ajudar a dar tudo certo!!! Aproveitei e conheci seu blog, o amor que você passa em suas palavras é lindo!!! Espero engravidar novamente tão logo eu possa e também tenho medo do que ouvirei assim como você ouviu, mas é um sonho ter um filho e espero poder realizá-lo muito em breve! Nossa senhora lhe dê uma boa hora e muita paz nesta reta final!! bjk